A Volvo anunciou uma série de atualizações para os modelos XC40 RechargeeC40 Recharge totalmente elétricos, com destaque para duas novas versões de tração traseira, além de melhoria em potência, gerenciamento de bateria, autonomia e menor tempo de carregamento.

De acordo com o comunicado oficial divulgado, a Volvo diz que as duas perguntas mais frequentes sobre os seus carros elétricos são: "Até onde ele irá com uma única carga?" e "Quanto tempo leva para carregar?". 

"Como parte de um novo pacote de atualizações de produtos, melhorámos agora a autonomia (WLTP) e o carregamento do XC40 Recharge e do C40 Recharge em comparação com os modelos atuais, aumentando a autonomia em até 60 quilômetros em algumas variantes".

Galeria: Volvo XC40, C40 Recharge 2023

Tração traseira

Pra começar, o destaque é a nova variante com tração traseira para C40 e XC40. Ela ocupará o lugar da atual P6 de tração dianteira e traz um ganho discreto em potência e mais expressivo em autonomia. Trata-se dos primeiros modelos RWD na linha Volvo em 25 anos.  

Agora, os modelos XC40 Recharge e C40 Recharge são equipados com um motor elétrico de imã permanente desenvolvido internamente e que proporciona um ganho de 3% na potência em relação ao P6: são 175 kW (238 cv), contra 170 kW (231 cv).

A bateria é a mesma, com 69 kWh de capacidade, mas recebeu melhorias na eficiência de arrefecimento e agora está homologada para 460 km de autonomia (WLTP) no XC40, em comparação aos 425 km anteriores. No C40, o alcance subiu de 430 km para 470 km pelo ciclo WLTP. 

Volvo C40 Recharge 2023

O tempo de carregamento também apresentou uma leve melhora, sendo que agora uma carga de 10 a 80% leva aproximadamente 34 minutos usando um carregador público DC de 130 kW.

Autonomia ampliada

Para quem precisa de autonomia ainda maior, a Volvo está oferecendo os carros elétricos com um motor mais potente no eixo traseiro de 185 kW (251 cv). Nesse caso, a bateria tem 82 kWh de capacidade e aumenta a autonomia para 520 km no XC40 Recharge e 530 km no C40 Recharge, ambos pelo ciclo WLTP. 

Nesse caso, a potência de carregamento também é maior, chegando a 200 kW DC, um importante acréscimo sobre os 150 kW anteriores, o suficiente para uma carga de 10 a 80% em 28 minutos em condições ideais.

volvo 2023

Tração integral atualizada

Por fim, a Volvo atualizou a variante com tração integral de ambos os modelos elétricos. A configuração com dois motores elétricos de 150 kW (204 cv) nos eixos dianteiro e traseiro foi substituída por um novo motor de ímã permanente com 183 kW (248 cv) no eixo traseiro e um novo motor elétrico assíncrono de 117 kW (159 cv) no eixo dianteiro.

Esta nova configuração é alimentada por uma bateria de 82 kWh, que também recebeu melhorias no sistema de arrefecimento e agora possui autonomia de 500 km (62 km a mais) no caso XC40, e 507 km (contra 451 km), no caso do C40, ambos pelo ciclo WLTP. 

Além das mudanças no trem de força e sistema de refrigeração, a Volvo informa que os modelos contam com uma nova roda de liga leve de 19 polegadas que ajuda a reduzir o arrasto através de seu design aerodinâmico.

O anúncio oficial foi feito pela Volvo Cars global. Ainda aguardamos uma resposta da Volvo no Brasil sobre quando essas atualizações passarão a valer também por aqui. Dessa forma, mais detalhes sobre as datas das mudanças devem ser divulgados mais adiante.

Fonte: Volvo