PG jogos

PG jogos - SUV elétrico compacto da Ford está confirmado; rival do Peugeot e-2008

Será chamado de Puma Gen-E: 135 cv e 350 a 400 km de autonomia para encarar SUVs elétricos compactos da Stellantis

Ford Puma ST (2024)Ford Puma ST (2024)

O Ford Puma elétrico, anunciado há dois anos, terá a designação adicional "Gen-E". A versão elétrica do recém-atualizado Puma movido a combustão está programada para ser apresentada em 2024 e também entrará em produção em série este ano.

"Além disso, o modelo de carro de passeio mais vendido da Ford na Europa, o Ford Puma, estará disponível como um veículo totalmente elétrico a partir de 2024 e será produzido em Craiova, Romênia", anunciou a Ford em março de 2022. Agora há novidades sobre o pequeno SUV. O novo modelo Puma será chamado de Gen-E. O fabricante confirmou a informação recentemente, segundo a Autocar.

O novo modelo competirá com os SUVs compactos Stellantis (como o Peugeot E-2008) e o Mini Aceman, entre outros. A plataforma e o trem de força serão retirados do novo Ford E-Transit Courier, que deverá ser lançado no final de 2024.

A Courier elétrica tem uma potência de 100 kW (136 cv) e 290 Nm de torque. Na apresentação do veículo com teto alto de 4,34 metros de comprimento, foi declarado que a propulsão elétrica havia sido desenvolvido para a Courier e o Puma. Dessa forma, o Puma Gen-E também deve ter 100 kW e, portanto, ser tão potente quanto os antigos carros elétricos da Stellantis.

Ford E-Transit Courier: 100 kW de potência e 4,34 metros de comprimento

A Ford não forneceu nenhum detalhe preciso sobre o tamanho da bateria na apresentação da Courier elétrica. Foi dito apenas que a bateria poderia ser carregada de 10 a 80% em 35 minutos com 100 kW de potência DC. Isso significa que o carregamento leva cinco minutos a mais do que o Peugeot E-2008 com uma bateria de 50 kWh. Portanto, o Ford deve ter uma bateria um pouco maior e ir um pouco mais longe do que o Peugeot. Uma bateria de 55 kWh seria concebível para uma autonomia de cerca de 350 a 400 quilômetros. 

O CEO da Ford Europa, Martin Sander, disse à Autocar que a atual geração do Puma, lançada em 2019, permanecerá à venda por "muitos anos". O Puma a combustão está disponível a partir de cerca de 27.400 euros; a versão elétrica será, obviamente, muito mais cara.

Peugeot e-2008 2024 reestilizado na Europa

O preço também ficará próximo do praticado pela Stellantis. Como exemplo, o renovado E-2008 está disponível a partir de cerca de 39.000 euros (R$ 208.000), o que já é bastante caro para os europeus nesse segmento.

Na Alemanha, o Puma movido a combustão vendeu cerca de 21.000 unidades em 2023. Isso o colocou em terceiro lugar nas estatísticas de vendas da Ford - logo atrás do Focus e do Kuga. Portanto, não deve ser difícil para a versão elétrica superar as cerca de 3.700 vendas do Mustang Mach-E e se tornar o best-seller elétrico da Ford. No entanto, mais dois recém-chegados elétricos também são esperados: o Explorer, que supostamente será entregue a partir de agosto, e sua variante tipo cupê, que a Autocar chamou de Capri. Ambos serão baseados na plataforma modular elétrica MEB da Volkswagen

Conclusão

Até o momento, a Ford não tem se destacado muito quando se trata de carros elétricos. A maré pode mudar com o Puma elétrico. Entretanto, se a especulação da Autocar estiver correta, é improvável que o carro supere a concorrência da Stellantis. Da mesma forma, os veículos MEB Explorer e Capri provavelmente serão ofuscados pelos originais da VW. Portanto, vamos esperar pela nova plataforma elétrica para carros compactos que a Ford está desenvolvendo, como o CEO da empresa, Farley, anunciou há poucos dias.

PG jogos Mapa do site